COMPARTILHAR
LIVReS
Poemas de Brinquedo
FOGO
 

Meu primeiro livro de poemas, de 1984, tinha o sabor dos livros imaturos da juventude, textos longos, derramados, embora intensos. Por essa razão, os abandonei à própria sorte, até 2002, quando encarei o desafio de trabalhar sobre o que havia escrito.

Fogo guarda a memória dessa interessante passagem mediada pelo tempo, clicando sobre os textos é possível voltar aos poemas na forma de 1984 e encontrar neles as mesmas ideias, expressas agora em nova forma.

Publicado na internet em 2002 e 2011, fogo volta outra vez refeito, com projeto gráfico de Bruno Assis Fonseca, agora em versão 3.0 rodando no software livre Managana, para acesso via web e também através de dispositivos móveis. O livro, além dessa versão digital on line, tem exemplar único em papel, produzido pela designer Danela Karan, que nos presenteou com mais uma forma, para abrigar essas ideias antigas e persistentes.

Álvaro Andrade Garcia

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *